As leis que não protegem nossos adversários não podem proteger-nos.
     
O ensino, como a justiça, como a administração, prospera e vive muito mais realmente da verdade e moralidade, com que se pratica, do que das grandes inovações e belas reformas que se lhe consagrem.
     
Embora acabe eu, a minha fé não acabará; porque é a fé na verdade, que se livra acima dos interesses caducos, a fé invencível.
     
É preciso ser forte e conseqüente no bem, para não o ver degenerar em males inesperados.
     
Só o bem neste mundo é durável, e o bem, politicamente, é todo justiça e liberdade, formas soberanas da autoridade e do direito, da inteligência e do progresso.
     
A eleição indireta tem por base o pressuposto de que o povo é incapaz de escolher acertadamente os deputados.
     
A liberdade não é um luxo dos tempos de bonança; é, sobretudo, o maior elemento de estabilidade das instituições.
     
Há tantos burros mandando em homens de inteligência, que, às vezes, fico pensando que a burrice é uma ciência.
     
O governo da demagogia não passa disso: o governo do medo.
     
A mesma natureza humana, propensa sempre a cativar os subservientes, nos ensina a defender-nos contra os ambiciosos.