Pasma ver até onde pode chegar a arrogância do coração humano estimulada pelo menor êxito.
    Plínio