Nem as palavras me libertam, outros sorrisos não sobrepõem, distante de ti encaro a dor, essa tal que me consome, vejo as lágrimas se formando materializando minha tristeza, seu rosto em si gravado em mim marcando a vida com beleza em frios vales caminhei na esperança de te encontrar, só aprenderei a ver luz quando realmente eu aprender amar.