O marido é a cabeça do lar, mas isso em nenhum momento expressa uma autoridade ditatorial, mas uma relação democrática em que a esposa deve ser consultada em todas as decisões decorrentes em família.
    Jackson da Mata