Também nem sei se sacio minha sede tomando uma garrafa de vinho, ou um litro de água fria. Mas peco, por desejar tanto tua presença. Quem sabe tomado um porre até me liberto dessa ansiedade. Se, eu me negar a te querer, meu coração não aceita... se eu esquece-lo minha alma também não concorda.