E, mais uma vez eu digo: Engana-te se achas que preciso de alguém para escrever, não é preciso viver um amor para sonhá-lo...