Quando recorremos o passado, podemos ver, que nada mudou, a esperança é que nos fazem acreditar nessa hipótese!