O luar é o brilho do sol que está descansando.
     
O verdadeiro analfabeto é aquele que sabe ler mas não lê.
     
Autodidata: ignorante por conta própria.
     
Quem pretende apenas a glória não a merece.
     
A poesia não se entrega a quem a define.
     
O passado não reconhece o seu lugar: esta sempre presente.
     
Poeminha do contra todos estes que aí estão atravancando o meu caminho, eles passarão. Eu passarinho!
     
A arte de viver é simplesmente a arte de conviver... simplesmente, disse eu? Mas como é difícil!
     
Há noites que eu não posso dormir de tanto remorso por tudo o que eu deixei de cometer.
     
As indagações. A resposta certa, não importa nada: o essencial é que as perguntas estejam certas.