Se me esqueceres, só uma coisa, esquece-me bem devagarinho.
     
O segredo é não correr atrás das borboletas... É cuidar do jardim para que elas venham até você.
     
O ano novo ainda não tem pecado: é tão criança... vamos embalá-lo... vamos todos cantar juntos em seu berço de mãos dadas, a canção da eterna esperança.
     
Se as coisas são inatingíveis, não é motivo para não querê-las. Que tristes seriam os caminhos, sem a mágica presença das estrelas.
     
Sonhar é acordar-se para dentro.
     
A amizade é um amor que nunca morre.
     
O sorriso enriquece os recebedores sem empobrecer os doadores.
     
Amar é deixar de viver para si, para viver em outros seres.
     
Para sempre é muito tempo. O tempo não pára! Só a saudade é que faz as coisas pararem no tempo...
     
Quantas vezes a gente, em busca de aventura, procede tal e qual o avozinho infeliz: em vão, por toda parte os óculos procura, tendo-os na ponta do nariz...