Poema Orquídea

Águas azuis a navegar nadando
Sou peixe ao mar navegando
Entre os corais coloridos divertindo
Pérolas em corais procurando

Sempre dos tubarões vou fugindo
Com cavalos marinhos eu brinco
Plantas aquáticas alimentando
Ao som aquático cantando

Até que passeando meio a ilhas...
Luz suave ao mar refletia
Num alto coqueiro fixada
Orquídea rósea no tronco iluminava

Parado entre as águas cintilantes
Desejo não perder nenhum instante
Do brilho, da magia, seu cheiro
Mesmo sem ter um mágico olhar

Ao sol da manhã a rodeio
A sombra da luz a permeio
Como um peixe em seu aquário
Desejo ficar sempre a seu lado

Expresso a ti meu singelo amor
A orquídea, mais linda flor
Que com o tamanho do mar
Querida minha irei te amar