Poema Vivo Aqui Sozinho Na Solidão

Vivo aqui sozinho na solidão
Como queria está contigo
E conseguir o teu perdão
A bobeira foi grande
Não dá nem pra contar
Mas outra vez eu quero te amar.
Eu pensava que ia mais longe
Mas o caminho mudou
E quando fui atrás, o vento me levou
As ondas do mar são contra mim
O meu passado ruim não tem fim
E as ruínas do meu coração
Caíram uma a uma no chão.
Vivo aqui sozinho na solidão
O sol está raiado
Mais pra mim é escuridão
Volte pra mim, ou vou te procurar até o fim.
Meu destino é você
A razão do meu viver
A saída no fim do túnel
E de tudo que eu fazer
Seja na caminhada
O consolo
O começo de uma casa
A partir de um tijolo
Você é o meu triunfo
A minha parte boa
Gosto de você até a toa.
Vivo aqui sozinho na solidão
Eu espero e te dou a minha mão
Na partida ou saída
Eu abro meu coração
Coisa que já fiz a um tempão.
O tempo não é brincadeira
Venha logo aqui
Que ainda tem a vida inteira
E este amor é até o fim
Como mil flores no meu jardim.
Não desisto porque sou brasileiro
Mas te quero por inteiro
Vivo te querendo
E tenho muito que te falar
Mais outra vez quero te amar.