Poema Uma História De Amor.

Conta uma lenda que quando Deus estava criando o mundo Ele deixou o amor por último.
O amor seria o caçula de seus filhos.
Devido ao seu cansaço, após tanto trabalho, Deus, então, esqueceu-se dessa criação.
Para corrigir seu esquecimento, o Todo Poderoso, olhou para o alto e viu o brilho do sol e da lua.
Um grande sorriso brotou de seus lábios ao perceber que o sol e a lua queriam namorar.
Deus então, criou a noite com o seu luar para encantar os corações dos apaixonados e, fez o dia com o brilhar do sol para aquecer o fogo da paixão como num abraço.
Ainda que o tempo insistia em separá-los, por maior e mais doloroso que fosse a ausência de um e outro, mais e mais o amor unia seus corações ...
... juntos com certeza hão de ficar.
A vida, sofrida, iriam lapidá-los para a perfeição dos imperfeitos.
A maior dádiva que Deus deu ao ser humano, com tanto amor, que de seu coração transbordou de emoção foi ao ver o sol abraçar a lua quando a noite chegava suavemente, trazendo consigo toda a majestosa beleza do luar, enquanto um raio de sol teimava em deixar o horizonte, chorando, pela partida, mas deixava florescer a alegria pra de novo retornar no dia seguinte, trazendo dentro do peito e fazendo o amor nascer.
Assim, nasceu o amor!
Embora o dia se vai e a noite vem, jamais deixariam de se amar.
Quando amamos, os anos e todos os sofrimentos da separação jamais serão capazes de apagar aquele sentimento de amor.
Passe o tempo que passar, viva a vida que viver, um dia, como num eclipse solar seus corações há de se encontrar.